Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Portal da Prefeitura do Município de Londrina - Núcleo de Comunicação
Agência do trabalhador oferece 65 vagas para sexta-feira
Qui, 24 de Setembro de 2009 00:52
As vagas estão distribuídas em 16 ocupações diferentes; interessados devem procurar a Agência do Trabalhador na rua Guaporé, nº 272 (centro) ou no Terminal Urbano


A Agência do Trabalhador de Londrina do Sistema Nacional do Emprego (Sine) divulgou algumas das vagas de trabalho disponíveis no município para sexta-feira (dia 25). No total, o Sine dispõe de 65 oportunidades para 16 diferentes ocupações. As vagas para pessoas com deficiência não exigem experiência e apenas as cinco vagas para vendedor interno exigem cinco meses de experiência e segundo grau completo. As demais exigem seis meses de experiência. Com primeiro grau completo, há seis vagas para costureira em geral cinco vagas para garçom, uma para montador de pneus, oito para pedreiro, uma para serralheiro, três para soldador e duas para vidraceiro. Para  segundo grau , há uma vaga para estoquista, cinco para vendedor interno e 10 para vidraceiro. Pessoas com deficiência Das vagas divulgadas, 23 são para pessoas com deficiência. Com primeiro grau  completo, há duas vagas para auxiliar  de serviços gerais , cinco para auxiliar de linha de produção, uma para ajudante de carga e descarga, quatro para porteiro e uma para zelador. Para pessoas com segundo grau, há 10 vagas para auxiliar administrativo. Serviço Os interessados devem procurar a Agência do Trabalhador na rua Guaporé nº 272 (centro) ou no Terminal Urbano, com a carteira de trabalho e documentos pessoais. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O Sine ressalta que o atendimento a pessoas com deficiência é realizado na agência da rua Guaporé, 272.
(Londrina, 24  de setembro de 2009)
 
Paulo Leminski motiva atividades no Festival Literário
Qua, 23 de Setembro de 2009 23:13
Palestra, debate e recital em homenagem ao poeta estão na programação desta sexta-feira, no Londrix Assessoria de Imprensa do Londrix O escritor Toninho Vaz chega nesta sexta-feira (25) a Londrina para fazer uma das palestras mais esperadas do Londrix. Às 20 horas, na Vila Cultural Cemitério de Automóveis, ele aborda o tema “Introdução à Poética de Paulo Leminski”. Autor da biografia “Paulo Leminski - O Bandido Que Sabia Latim”, Vaz tem dado uma palestra atrás da outra nas universidades, além de ser convidado pelas emissoras de TV para falar sobre a vida e a obra do poeta nos 20 anos de sua morte. Vaz é escritor e jornalista. Nasceu em Curitiba em 1947 e mudou-se para o Rio em 1974. Trabalhou ou colaborou com grandes jornais e revistas do país. Escreveu as biografias de Paulo Leminski (Record), Torquato Neto (Casa Amarela) e Darcy Ribeiro (editora do Senado). É autor dos livros “90 Anos de Cinema” (Record); “Edwiges, a Santa Libertária” (Objetiva), e “O Rei do Cinema – a Extraordinária História de Luiz Severiano Ribeiro, o Homem que Multiplicava e Dividia” (Record). Atualmente trabalha na biografia do maestro Heitor Villa-Lobos. Em Londrina, ele vai falar das influências literárias e sobre dados biográficos do “poeta maldito” com o tempero peculiar de suas abordagens sobre Leminski, com quem conviveu nos anos 70 e 80. Além de biógrafo, Vaz foi amigo do poeta e testemunha das inquietações e criatividade que inseriram seu nome no panorama da literatura brasileira de vanguarda. A partir disto, o que o público pode esperar, esta noite, é um relato de quem não só conhece profundamente a obra de Leminski, como consegue traçar um cenário vivo das suas motivações existenciais e literárias.  Nas pegadas do homem e do escritor, Vaz oferece em seu livro uma escrita que pulsa e surpreende o leitor a cada página, através dos depoimentos de várias pessoas que conviveram com Leminski. Ao todo, foram mais de 40 entrevistas para compor a biografia.  A palestra conta ainda com uma projeção em DVD, de 20 minutos, com performances raras de Leminski no Jornal de Vanguarda, TV Bandeirantes, em 1988. Esta dinâmica de fatos, episódios e influências que envolveram o poeta deverá estar presente no Londrix num dia em que Leminski é o grande homenageado do festival. Não só através da palestra, mas também no debate “O Universo Leminskiano”- programado para às 21h30 e que tem como convidados os escritores Marco Vasques, Rodrigo Garcia Lopes e Maurício Arruda Mendonça - e no “Tributo a Paulo Leminski”, que acontece às 22h30, com leitura de poemas realizada por artistas e autores de Londrina. Serviço: Palestra: “Introdução à poética de Paulo Leminski”, com Toninho Vaz
Data: 25 de setembro
Horário: 20 horas
Local: Vila Cultural Cemitério de Automóveis (Rua João Pessoa, 103) Festival Literário de Londrina – Londrix 2009
De 22 a 27 de setembro
As atividades são gratuitas, exceto os shows.
Ingressos para os shows: R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia entrada) - podem ser adquiridos na Vila Cultural Cemitério de Automóveis (Rua João Pessoa, 103), antes das apresentações.
Inscrições para as oficinas: no mesmo local, pelo telefone (43) 3344-5998, ou pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
 
Patrocínio: Prefeitura de Londrina por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC), Governo do Estado do Paraná e Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Seti)
Realização: AARPA, Ong Mundoquelê e Kinoarte
(Londrina, 24 de setembro de 2009)
 
Vila Cultural Brasil ajuda na preparação de vestibulandos
Qua, 23 de Setembro de 2009 22:28
Candidatos que vão tentar uma vaga nos cursos de design de moda, design gráfico ou artes visuais podem desenvolver suas habilidades para as provas específicas, por meio do curso ministrado pela ilustradora Juliana Barbini


O vestibular da Universidade Estadual de Londrina (UEL) se aproxima. Milhares de candidatos estão se preparando para a bateria de provas do final de ano. É no intuito de auxiliá-los, que a Vila Cultural Brasil está com as inscrições abertas para o curso de desenho preparatório para as habilidades específicas dos cursos de design de moda, design gráfico e artes visuais. Segundo a ilustradora, artista visual e coordenadora do curso, Juliana Barbini, a iniciativa surgiu com a idéia de poder ajudar os vestibulandos, que não possuem muita condição financeira. “Um curso como esse custa em torno de R$ 150,00 o que dificulta que grande parte dos candidatos dessas áreas se prepare melhor para as provas específicas. Então, é uma maneira de socializar a informação”, destacou. Barbini relatou que o curso será dividido em três partes, sendo que a primeira compreende o ensinamento das técnicas de nível básico, intermediário e avançado; a segunda estabelece o trabalho com temas voltados à criatividade imaginativa; e na terceira será realizada uma revisão com ênfase na prática de desenho de observação e criatividade. “Separei em etapas para facilitar o aprendizado. Além disso, desta maneira, fica mais fácil dos participantes desenvolverem mais a criatividade e a percepção no momento de ilustrar algo”, afirmou a artista visual. Na avaliação dela, os três meses de duração do curso vão permitir que as principais técnicas de ilustração sejam trabalhadas. “Durante esse período, dá para o aluno absorver as técnicas e aperfeiçoá-las, para que na hora de fazer a prova, ele obtenha o melhor resultado”, comentou. O curso de desenho preparatório para as habilidades específicas será realizado todas as segundas e quartas-feiras do mês, 16 às 18h. As aulas, que contam com atividades teóricas e práticas, têm duração de três meses e vão ocorrer na sede da Vila Cultura Brasil, que fica na rua Uruguai, n° 1656. Os interessados podem fazer a inscrição até o dia 5 de outubro, quando começam as aulas. O procedimento deve ser feito pelo telefone 3324-8056. A taxa é de R$ 40,00 mensais. A oficina faz parte do projeto Imaginário Ilustrado, que visa estimular a percepção do significado que a ilustração desempenha no desenvolvimento cultural, bem como despertar a criatividade através das técnicas utilizadas na concepção ilustrativa. Mais informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico www.imaginarioilustrado.blogspot.com. A Vila Cultural Brasil faz parte do Projeto “Vilas Culturais” do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Prefeitura de Londrina.
(Londrina, 24 de setembro de 2009)
 
“Estação Samba” completa um ano “no ar” domingo
Qua, 23 de Setembro de 2009 23:58
A relações públicas, Juliana Barbosa, alia o gosto pelo samba, ao conhecimento acadêmico e consegue exercer várias atividades ao mesmo tempo


b2d23ad9776f58332cd286a7beb03ea2O programa “Estação Samba” completa um ano “no ar” neste domingo (dia 27). Sob o comando da produtora e apresentadora, Juliana Barbosa, o programa traz aos ouvintes informações e histórias das pessoas que mantém vivo não só o ritmo, mas a cultura do samba. Nele, Juliana relata como é a vida pessoal e profissional, e até política, de figuras importantes do samba brasileiro. O programa é transmitido pela Rádio UEL FM, que é a estação da Universidade Estadual de Londrina (UEL), todos os sábados, das 12h às 13h. O reprise ocorre às segundas-feiras, às 21h. “É um programa que traz o samba além da seleção musical. Cada edição trata de um artista diferente, o que permite aos ouvintes conhecer mais sobre a história dessa cultura”, destacou a apresentadora, que ainda revelou uma novidade: a realização de uma série de oito programas especiais em comemoração ao um ano do programa e, especialmente, aos 75 anos de Londrina. Segundo ela, diferentes grupos londrinenses que trabalham com samba serão convidados a participar de edições do programa, para falar sobre as atividades deles na cidade e até sobre a nova geração do samba. “São séries que vão ao ar entre novembro e dezembro e que vão trazer um diferencial para o programa. A idéia é selecionar esses grupos e fazer com que eles mostrem que Londrina é uma cidade de samba e apontem algumas tendências”, explicou a produtora. Perfil Ela contou que em sua trajetória, seguiu o conselho de Arlindo Cruz e faz uso das palavras dele para estimular outras pessoas, ao afirmar: “Aconselho você que seja sambista também!” Além de coordenar, motivada pela paixão,  o programa “Estação Samba”, Juliana Barbosa ainda trabalha como relações públicas da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), é docente universitária e, em paralelo, faz doutorado em “Estudos da Linguagem”, onde analisa o processo de criação de desfiles carnavalescos em samba-enredo. Esta mesma matéria também foi tema de trabalho da servidora pública para conclusão do seu mestrado, em 2007, pela UEL. “E foi assim que me surgiu o convite para trabalhar no programa. Eu faço isso porque gosto e é algo muito enriquecedor para mim”, contou. No entanto, a relações públicas da CMTU admite que não é fácil conduzir sua vida pessoal, profissional e de pesquisadora. “É algo que requer muita organização. Estou sempre com a minha agenda por perto para não me perder nos compromissos. A parte legal é que tudo que eu desenvolvo como pesquisadora me ajuda nas ações que tenho que realizar nas atividades profissionais. Fora a satisfação que tenho por isso”, enalteceu. Juliana Barbosa é servidora pública há 14 anos. Atualmente, além de ser relações públicas do órgão municipal, ela atua como secretária executiva do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial. Juliana se formou em Comunicação Social, com habilitação em Relações Públicas, no ano de 1996, pela UEL. Também por esta instituição, a servidora realizou, em 1999, uma especialização em Comunicação Empresarial, depois o mestrado e agora o doutorado.
(Londrina, 24 de setembro de 2009)
 
Serviço de conservação atua em 26 locais da cidade hoje
Qua, 23 de Setembro de 2009 22:37
O procedimento é efetuado, nesta quinta-feira, por três equipes de operários da Secretaria de Obras; população pode solicitar o serviço pelo telefone 3341-1195


O serviço de conservação de vias da Secretaria Municipal de Obras trabalha, nesta quinta-feira (dia 24), em 26 pontos das vias públicas do município. A operação é realizada, hoje, por três equipes de operários. A primeira delas executa o trabalho nas avenidas Portugal; Juscelino Kubitscheck (JK) e Duque de Caxias em dois locais. Ainda recebem o serviço, as ruas Uruguai; Pará e Pernambuco. O segundo grupo opera no recapeamento das avenidas Waldemar Spranger; Ademar Barros; Higienópolis; Bandeirantes; Maringá e Castelo Branco. O viaduto Júlio Mesquita, bem como as ruas Montevidéu; Gomes Carneiro e Humaitá em dois pontos ainda serão atendidas.  O último conjunto de operários atua nas ruas Figueira; Carlos Masso; Serra do Maracaju; Serra dos Pirineus e Edgard Távora.  O serviço ainda será prestado nas avenidas Leste-Oeste; Waldomiro Ferreira e Francisco Arruda. Serviço
O setor para a solicitação de cobertura de buracos ou valetas em ruas pavimentadas atende pelo telefone (43) 3341-1195, das 7h às 13h.
(Londrina, 24 de setembro de 2009)
 
Alunos da Escola Francisco de Aquino recebem sementes
Qua, 23 de Setembro de 2009 22:17
A ação, que faz parte das diversas atividades realizadas pela Sema em comemoração ao Dia da Árvore, também será realizada com os estudantes de todas as instituições municipais de ensino dos distritos de Londrina
Leia mais...
 


Página 2443 de 2610

Acesso Fácil

Núcleo de Comunicação

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2890 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner