Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Portal da Prefeitura do Município de Londrina - Núcleo de Comunicação
Escola Municipal de Dança faz apresentação na região norte
Sex, 27 de Novembro de 2009 08:18
Espetáculo marca o começo das apresentações do encerramento do ano letivo. Na próxima semana, será a vez do Teatro Zaqueu Texto assessoria Funcart A Escola Municipal de Dança inicia, neste sábado, dia 28, às 20 horas, no Centro Cultural Lupércio Luppi, uma série de apresentações do espetáculo de encerramento do ano letivo. Na próxima semana, as apresentações prosseguem, no período de 02 a 06 de dezembro, às 20 horas, no Teatro Zaqueu de Melo. Serão executados trechos dos ballets clássicos de repertório “Coppélia” e “O Quebra-Nozes”, com alunos dos últimos estágios da Escola (tanto da sede, quanto da região norte) e fragmentos de montagem contemporânea do Ballezinho de Londrina e Grupo Teia, ambos formados por alunos da Escola Municipal de Dança. “Coppélia é baseado na história de E.T.A Hoffman, com música de Léo Delibes e coreografia original de Arthur Saint-Lion. O ballet estreou em 25 de Maio de 1870, na Ópera de Paris. Este é , provavelmente, o ballet cômico mais conhecido e certamente o mais apresentado . Desde sua estréia já foi montado e apresentado infinitas vezes, por companhias de Dança e Escolas do mundo todo. Na apresentação da Escola de Dança de Londrina, a adaptação coreográfica é de Marciano Boletti. O Quebra-Nozes é um dos maiores e famosos balés da história da dança. Com coreografia original de Lev Ivanov, baseado na história de E.T.A. Hoffman, e música de  Tchaikovsky , “O Quebra Nozes” estreou em 1892, em São Petersburgo, na Rússia. A obra conta a história da menina Clara e do boneco Quebra-Nozes que, num ambiente de sonho, viajam por lugares mágicos, como o Reino das Neves e o Reino do Açúcar, onde, sob o comando da Fada Açucarada, são recebidos com festa e dança pelos habitantes.O trecho do espetáculo que será apresentado pela Escola de Dança de Londrina tem adaptação coreográfica de Alessandro Micale. Na parte contemporânea do espetáculo serão apresentados fragmentos da coreografia “Circular”, que é o terceiro trabalho do grupo Teia em parceria com o Ballezinho de Londrina, ambos dirigidos e coreografados por Wagner Rosa.  A obra é desenvolvida a partir de movimentos de desarticulação corporal. A linguagem utilizada neste espetáculo é fruto de um longo e intenso trabalho, uma busca contínua em associar a dança clássica a novas possibilidades de arte em movimento e suas interconexões com o espaço e o som. Serviço:
Espetáculo da Escola Municipal de Dança
Data: 28/11 –
Local: Centro Cultural Lupércio Luppi ( Av. Saul Elkind 790) Data: de 02 a 06 de dezembro
Local: Teatro Zaqueu de Melo
Horário: 20:00
Ingressos: R$ 5,00 e R$ 2,50
Patrocínio:
Prefeitura de Londrina/Secretaria da Cultura / Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior- SETI – FUNDO PARANÁ
Realização: Fundação Cultura Artística de Londrina
Parceiros: College Language Center, Shop Ballet, Rádio UEL FM 107,9 Mhz, www.conexadana.art.br
(Londrina, 27 de novembro de 2009)
 
Seminário Internacional em Londrina começa na segunda-feira
Sex, 27 de Novembro de 2009 03:53
Até o momento, 480 pessoas se inscreveram para participar do evento que vai debater o crescimento econômico e desenvolvimento sustentável da cidade para os próximos anos


ea6207bf910622f476162d9d7ce8f9caComeça na próxima segunda-feira (dia 30), o Seminário Internacional de Londrina com o tema “Crescimento Econômico e Desenvolvimento Sustentável”. A partir das 8h30, no Hotel Sumatra, a abertura com a presença do prefeito Barbosa Neto. De acordo com a comissão organizadora, até o momento já foram inscritas 480 pessoas. As inscrições podem ser feitas no portal www.seminariodelondrina.com.br ou ainda na entrada do evento. O público alvo do Seminário são empresários, gestores públicos, profissionais liberais, estudantes, professores e pesquisadores de universidades e institutos de pesquisa. A inscrição será confirmada com a entrega de qualquer produto de limpeza, que será revertido em prol do Provopar.  “Pela primeira vez nas comemorações de aniversário da nossa cidade estamos realizando um seminário sobre o seu desenvolvimento. Para isso, reunimos os atores do desenvolvimento: governo, entidades, instituições de ensino e empresas. Sabemos que quando existe um alinhamento destes quatro atores com o objetivo de desenvolvimento local, o crescimento é certo e sustentável”, explicou o diretor de Desenvolvimento e de Tecnologia da Codel, Marcus von Borstel. Ele detalhou que os palestrantes internacionais vão abordar temas relacionados diretamente a Londrina. “O Paolo Onesti da Itália vai falar sobre transferência de tecnologia e inovação de academias para empresas. É aplicar o conhecimento acadêmico em geração de negócios para as empresas. Como temos em Londrina o nosso parque tecnológico e recentemente foi assinado um protocolo de intenções com Puc, Fiep, Acil, Sebrae e Adetec é providencial garantirmos mais acesso a estas informações para aplicarmos em nossa cidade”, garantiu. O diretor da Codel falou ainda da importância da palestra da representante da Agência Pro Cordoba da Argentina. “Ela vai relatar as fortalezas de cidades regionais e como estas podem se interagir para gerarem negócios. Exportação e Importação. É o fortalecimento do TECA”, apostou. “Também o Alemão, Nordmann, colocará na prática como podemos atrair investimentos, empresas européias. Apresentará um caso real. Falará o que temos que fazer e o que não podemos fazer”, completou von Borstel. “Nosso seminário não é um debate e sim uma reflexão sobre o tema, porque sabemos que na cidade há grupos e lideranças que pensam a cidade no futuro e queremos cada vez mais nesta administração ser um indutor, facilitador de ações para que possamos prosperar, nos desenvolver de forma sustentável”, afirmou o presidente da Codel, Kentaro Takahara. Devido à agenda, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo e o senador Osmar Dias cancelaram a participação no Seminário. Para os lugares deles, a organização, confirmou o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Rodrigo Rocha Loures e o gerente executivo de Logística da Petrobrás, Carlos Eduardo Sardenberg Bellot, que vai abordar o pré-sal. Portanto, para os dois dias do evento, estão programados 10 palestras com os seguintes temas, na segunda-feira: 9h - Crescimento econômico e Desenvolvimento Sustentável – palestrante: presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Rodrigo Rocha Loures. 10h30 – O  pré-sal  - palestrante: gerente executivo de Logística da Petrobrás, Carlos Eduardo Sardenberg Bellot. 15h – Itália, referência mundial nos distritos industriais: desenvolvimento, tendências e reflexos sociais - palestrante: presidente da Câmara Ítalo-Brasileira deComércio e Indústria do Paraná, Roberto Colliva (Itália). 16h15 – Os fatores que influenciam e motivam um investidor estrangeiro - palestrante: diretor presidente do Legrandpharma (parte do grupo SEM) e consultor na área da saúde, Reinhard Andreas Nordmann (Alemanha). 17h – Políticas públicas - palestrante: governador do Paraná Roberto Requião. Na terça-feira, as palestras serão as seguintes: 9h – Brasil: quais as chances de um efetivo crescimento sustentável na próxima década? - palestrante: diretor do banco Bradesco S/A, Octávio de Barros. 10h – Políticas públicas para capacitação de servidores públicos - palestrante: reitor da UEL,  Wilmar Sachetin Marçal. 15h – Itaipu: uma realidade binacional contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e Paraguai - palestrante: diretor-presidente de Itaipu, Jorge Samek. 16h15 – Inovação e transferências tecnológicas entre academia e empresas – palestrante: diretor do Democenter e Universidade de Modena, Paolo Onesti, da Itália. 17h – Comércio Exterior Regional. Internacionalização de fortalezas - palestrante: diretor da Agencia Pro Cordoba, Viviana Arias, da Argentina. O evento conta com o apoio da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil) e o patrocínio do banco Bradesco, Companhia Cacique de Café Solúvel, Sanepar, Sercomtel e Itaipú Binacional.  (Londrina, 27 de novembro de 2009) Foto: Luiz Jacobs  
 
“Domingo é a Gente que Faz” traz atrações culturais
Sex, 27 de Novembro de 2009 00:02
Atividades ocorrem neste domingo (dia 29) ao redor do Lago Igapó 2; Prefeitura também fecha as ruas ao redor da Praça Nishinomiya, na região leste, das 8h às 20h


ea6207bf910622f476162d9d7ce8f9caA Prefeitura de Londrina fecha as ruas ao redor do Lago Igapó 2, das 8h às 20h, para o lazer e a prática de esporte da comunidade em mais uma edição do “Domingo é a Gente que Faz”,  no próximo dia 29. As ruas ao redor da Praça Nishinomiya, na região leste, também serão fechadas das 8h às 20h.
 
Sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Cultura, no Lago Igapó 2, serão promovidas apresentações e atividades artísticas e culturais para todas as idades.
No período da manhã, das 9h às 12h, estão previstas as seguintes atrações: pintura, troca de livros, conto de histórias e prática de leitura por meio de iniciativa da “Biblioteca Viva Itinerante”; cortejo do grupo de maracatu “Lata” e “Latinha”, com exibições de percussão; apresentação do grupo de dança contemporânea “Faces de Londrina”; conto de histórias infantis pela Biblioteca Pública Municipal Pedro Viriato Parigot de Souza; e show com a Banda de Músicos de Londrina.
 
Já para o período vespertino, das 14h às 17h, as atividades ficam por conta das exibições: de Morari, que canta com “playback”; da banda “Bafo Quente”, que trabalha com arranjos de percussão; e também da “Londrina Big Band”, que toca músicas próprias nos ritmos de samba, baião, mambo, jazz, entre outros. Além disso, a segunda parte das atividades ainda contempla venda de artigos, doações e orientações de tratamento de animais pelo Grupo de Apoio à Proteção Animal para Londrina e Região (GAP).
 
Na avaliação da gestora cultural da Secretaria Municipal de Cultura, Regina Elizabeth Silva Reis, todas as atividades são importantes para oferecer ao londrinense mais uma opção de lazer, mas que seja voltada para cultura. “São ações que possibilitam que a comunidade possa desfrutar dos espaços da cidade e, ainda, ampliar seus conhecimentos e conhecer mais sobre outras culturas, ritmos  movimentos”, comentou.
 
O programa “Domingo é a gente que faz”  tem como objetivo principal possibilitar que as famílias possam desfrutar de locais de lazer da cidade com tranquilidade e segurança. A ação, lançada durante a gestão Barbosa Neto, conta com a participação da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), que por meio dos fiscais de trânsito fecham as ruas para a prática esportiva e lazer da comunidade.
(Londrina, 27 de novembro de 2009)
 
Radar móvel multa 79 motoristas por excesso de velocidade
Sex, 27 de Novembro de 2009 04:08
Resultado divulgado hoje (dia 27), pela CMTU, mostra quatro dias da fiscalização com radar, na avenida Dez de Dezembro


ea6207bf910622f476162d9d7ce8f9caA Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), divulgou que operação de fiscalização com o radar móvel flagrou durante quatro dias da semana, 79 motoristas. Do total de autos de infração lavrados pela CMTU em parceria com Companhia de Trânsito do 5º Batalhão da Polícia Militar, na operação realizada na avenida 10 de Dezembro, 53 foram infrações graves, ou seja, aquela que o motorista trafegou com velocidade entre 20% e 50% da permitida na via, que é de 70 km por hora. Neste caso, os motoristas perderam cinco pontos na carteira e o valor da multa é de R$ 127,00. De acordo com o diretor de Trânsito da CMTU, Sérgio Dalbem, 25 foram infrações médias, com os veículos acima de velocidade da via, porém com velocidade menor de 20% permitida no local. Nesta categoria, motorista perde quatro pontos na carteira e o valor da multa é de R$ 85,00. Apenas uma infração foi gravíssima, com o condutor dirigindo o veículo a 135 km por hora, ou seja, mais de 50% da velocidade permitida na via. “Além de perder 7 pontos na carteira, o valor da multa é de R$ 578,00. Ele terá a sua habilitação suspensa pelo Detran”, esclareceu Dalbem. A avaliação do diretor de Trânsito é que os motoristas se adequaram a presença do radar móvel e respeitaram a velocidade. “No primeiro dia, na segunda-feira, lavramos 40 autos. Os 39 restantes foram divididos em três dias de operação. Avaliamos como positivo o movimento. Isto mostra que não existe a indústria da multa, como muitos querem dizer”, declarou. “Acho que gradativamente os motoristas vão se conscientizando que é preciso dirigir o veículo no limite de velocidade indicado na via”, ponderou Dalbem. A partir de segunda (dia 30), a operação da CMTU com o 5º Batalhão continua na avenida Dez de Dezembro, no sentido centro-bairro, na altura do 4º Distrito Policial. “É local de travessia de pedestres e a Dez de Dezembro é onde ocorre 6% dos acidentes de Londrina”, afirmou o diretor. (Londrina, 27 de novembro de 2009) Foto: Luiz Jacobs
 
Conferência dos Direitos do Idoso divulga resultados
Sex, 27 de Novembro de 2009 03:16
Sob o tema “Política Municipal do Idoso – Estratégias para garantia e defesa de direitos”, o encontro que aconteceu no dia 24 e teve a participação de 353 pessoas


A 5ª Conferência Municipal dos Direitos do Idoso reuniu na última terça-feira (dia 24), centenas de pessoas idosas, representantes de instituições afeta à área, profissionais e estudantes interessados no debate sobre o envelhecimento e os direitos dos idosos. “Foi um grande e belo encontro intergeracional para pensar nas estratégias de garantia do bem estar atual dos mais velhos de um envelhecimento saudável para as gerações mais jovens”, afirmou a secretária municipal do Idoso, Liz Clara Ribeiro de Campos. Além da secretária do Idoso, compuseram a mesa de abertura, o vice-prefeito José Joaquim Ribeiro, o promotor de Defesa dos Direitos do Idoso, Miguel Sogaiar e a presidente do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI), Jeane Tramontini Zanluchi. Também foram prestigiar o evento as vereadoras Lenir Cândido de Assis e Sandra Graça. Todos ressaltaram a importância do encontro e da participação ativa dos idosos na construção de uma política municipal que atenda as suas reais necessidades, que respeite as suas experiências, expectativas e especificidades. A palestra proferida pela professora Mabel Mascarenhas Torres traçou um perfil de quem são os idosos dos anos 2000. Um dos aspectos por ela destacado foi, justamente, que “eles não são mais reconhecidos como a ‘população silenciosa’, ou seja, aquela que não reivindica, luta e acessa direitos. Já conseguem ocupar os espaços públicos, na busca pela garantia de políticas públicas onde se enfatizam direitos e autonomia”. Foram realizadas sete pré-conferências preparatórias da 5ª Conferência, entre 19 e 27 de outubro, com idosos das diversas regiões da cidade, com profissionais que trabalham no seu atendimento, e com usuários e direção das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI’s). Delas participaram 180 pessoas e foram feitas 277 indicações de problemas e/ou propostas de melhorias nas diversas políticas públicas responsáveis pela garantia dos direitos dos idosos, assegurados através do Estatuto do Idoso (Lei Federal nº 10.741, de 1º de outubro de 2003). Sistematizado esse material, agrupadas as propostas semelhantes, restaram 74 propostas para a efetivação de uma política municipal para as pessoas Idosas, divididas em sete eixos temáticos: 1) Educação, Esporte, Lazer e Cultura; 2) Saúde e Assistência Social; 3) Habitação e Transportes; 4)Trabalho e Previdência Social; 5) Sistema de garantia de direitos e 6)Financiamento. Em breve o relatório completo estará disponível no link do CMDI, na página da Prefeitura, mas colocamos aqui um exemplo de proposta aprovada por cada um dos eixos temáticos acima citados: 1) Incentivar a publicação de livros e periódicos, de conteúdo e padrão editorial adequados ao idoso, que facilitem a leitura, considerada a natural redução da capacidade visual; 2) Ampliar o acesso aos serviços de saúde, incluindo consultas e exames de média e alta complexidade, nas unidades de saúde mais próximas à residência da pessoa idosa, assegurando a qualidade dos serviços e a prioridade de atendimento conforme garantido na lei (Estatuto do Idoso, art. 3, § único, inciso VIII e art. 15); 3) Garantir, através de lei municipal, a gratuidade no transporte coletivo a partir de 60 anos; 4) Encaminhar à Câmara Municipal de Londrina projeto de lei de incentivo às empresas para reserva de percentual de vagas para as pessoas idosas, respeitadas as legislações vigentes e as especificidades dessa população, por exemplo, carga-horária reduzida; 5) Solicitar ao sistema judiciário a nomeação de promotor exclusivo para a Promotoria de Defesa dos Direitos do Idoso; 6) Promover a articulação para garantir a criação e regulamentação do fundo nacional dos direitos da pessoa idosa; 7) Implementar a lei de acessibilidade e assegurar condições urbanas adequadas à mobilidade da população idosa, eliminando barreiras arquitetônicas e urbanísticas. A plenária final da 5ª Conferência Municipal dos Direitos do Idoso aprovou quatro moções, de apoio ao PL 3399/08 que trata da extinção do fator previdenciário, e à PEC 150 que institui o vale-cultura aos aposentados (R$30,00); de reconhecimento da importância do papel do Ministério Público e Promotoria de Defesa de Direitos do Idoso na garantia de direitos para o segmento; e, aos meios de comunicação, moção de reconhecimento da importância de seu papel educativo nas questões relativas ao processo de envelhecimento, ressaltando a necessidade de realização de campanhas freqüentes. Os novos conselheiros da sociedade civil eleitos para compor a direção do CMDI nos próximos dois anos são Bruna Tonello de Oliveira (ILPI’s), Aparecida Baggio Gomes e Kioshi Fujioka (sistema aberto de defesa de direitos); Julio Cesar Brevilheri (associações civis comunitárias); Jair Rodrigues Pereira (sindicato de trabalhadores); Jaqueline Fernandes S. Teófilo (instituições de ensino superior); e José Augusto da Silva Gante (representante dos distritos rurais). (Londrina, 27 de novembro de 2009)
 
II Conferência de Promoção da Igualdade Racial começa hoje
Qui, 26 de Novembro de 2009 23:43
Encontro vai  avaliar as propostas da I Conferência, bem como eleger os representantes da sociedade civil que vão compor o Conselho da Igualdade Racial


 
 
Começam a ser realizadas, hoje (dia 27), e prosseguem até amanhã (dia 28), as atividades da II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial. Durante esses dois dias serão promovidos debates para avaliar as propostas da I Conferência, ocorrida no ano de 2007. Além disso, serão eleitos representantes da sociedade civil, titulares e suplentes, para composição do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (CMPIR).
 
De acordo com a gestora pública municipal de Promoção da Igualdade Racial, Fátima Beraldo, a Conferência é importante, pois estabelece diretrizes e ações para o  fortalecimento dos projetos existentes e consolidação da igualdade. “São ações como essas que ajudam a ampliar o diálogo e  a cooperação entre órgãos e entidades governamentais no sentido de estabelecer políticas públicas efetivas que viabilizem a igualdade racial em Londrina”, destacou.
 
O evento irá ocorrer no Senac, localizado na rua Raposo Tavares, 894. É aberto a toda comunidade interessada na construção das políticas públicas para a igualdade racial. Os interessados em participar da II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial devem se inscrever no dia e local do encontro a partir das 17 horas. Todos os participantes vão receber certificados.
 
A Conferência é uma promoção da Prefeitura de Londrina e do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (CMPIR) e conta com o apoio do Senac e do Sindel.
 
Programação
 
Hoje (dia 27)
Inscrição e credenciamento dos delegados – das 17h00 às 19h00
Abertura solene e atividade cultural – 19h00
Conferência – das 19h30min às 22h00
Mesa-redonda - “Londrina de todas as raças: Políticas de Estado pela Promoção da Igualdade Racial”
 
Conferencistas:
Doutora Maria Nilza da Silva – Docente do Departamento de Ciências Sociais CCLH/UEL
Doutora Rosane da Silva Borges – Jornalista (UFMA) Mestre e Doutora em Comunicação (ECA-USP)
Professor Wagner Roberto do Amaral – Coordenador do Departamento de Diversidade da Secretaria de Estado da Educação
Professor Luis Carlos Paixão da Rocha
Diretor Estadual de Imprensa da APP - Sindicato
José Mendes de Sousa – Presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial
Mediador – Professor Celso José dos Santos – Presidente da ANPIR – Associação Negritude pela Igualdade Racial de Paranavaí
 
Dia 28
Plenária de discussão e aprovação do Regimento Interno – 08h00
Grupos de trabalhos – das 09h00 às 11h30min
Intervalo – das 11h30min às 12h00
Apresentação de relatos dos Gts – das 12h00 às 13h00
Plenária 13h00
Encerramento – 14h00
(Londrina, 27 de novembro de 2009)
 


Página 2443 de 2683

Acesso Fácil

Núcleo de Comunicação

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 3643 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner