Transferência de Renda

O Programa de Transferência de Renda é responsável direta pela gestão dos Programas de Transferência de Renda Municipais e Federais e  do Cadastro Único no Município de Londrina. 

 

Principais Atividades

  • Articulação intersetorial com a Saúde e Educação visando o acompanhamento das condicionalidades dos programas;
  • Exercer a gestão, no município, do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), conforme legislação específica;
  • Definir estratégias que garantam a celeridade nos procedimentos de gestão do CadÚnico e benefícios;
  • Normatizar e definir fluxos juntamente com a equipe dos CRAS / CREAS / SERVIÇOS, dos procedimentos para execução dos programas de transferência de renda existentes no município;
  • Manutenção de benefícios Federais e Municipais.

Para saber mais sobre, os benefícios de transferência  de renda e o Cadastro Único no município de Londrina, acesse a página Benefícios.

Para conhecer todas as atribuições de cada um dos níveis de governo, consulte o Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007, e a Portaria nº 177, de 16 de junho de 2011. 

 

Localização e Contato

Telefone: (43) 3378-0420 Ramal: 600
Rua: Ermelindo Leão, 270 Jd. Parque das Águas

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

Serviço é ofertado pela rede parceira em várias unidades distribuidas territorialmente pelo municipio. Em cada unidade o serviço é realizado em grupos por modalidades de acordo com as faixas etárias de cada criança e adolescente.

Organizado a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários, de acordo com o seu ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com famílias - PAIF realizado nos CRAS e prevenir a ocorrência de situações de risco social, tais permanencia nas ruas como estratégia de sobrevivencia, trabalho infantil, isolamento social, entre oturos.

A forma de intervenção social planejada que cria situações desafiadoras, estimula e orienta os usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências individuais e coletivas, na família e no território.

Organiza-se de modo a ampliar trocas culturais e de vivências, desenvolver o sentimento de pertença e de identidade, fortalecer vínculos familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária. Possui caráter preventivo e proativo, pautado na defesa e afirmação dos direitos e no desenvolvimento de capacidades e potencialidades. Deve prever o desenvolvimento de ações intergeracionais e a heterogeneidade na composição dos grupos por sexo, presença de pessoas com deficiência, etnia, raça, entre outros.

Este serviço deve estar referenciado ao Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), de modo a promover o atendimento/acompanhamento das famílias dos usuários destes serviços.

Modalidade I - crianças e adolescentes de 6 a 13 anos.

Modalidade II - adolescentes de 14 a 16 anos.

Parcerias e Unidades:

AME – Associação Mãos Estendidas
Rua Maria Garcia Lopes, 154 – Conj. Novo Amparo - CEP 86.087-460
Fone: (43) 3337-3790
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Casa do Caminho 
Av. Paul Harris, 1481 – Aeroporto – CEP 86.039-260 
Fone: (43) 3325-4037 / (43) 3329-9314 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Cepas – Centro Profissionalizante Ágape Smith 
Rua Miguel Perez, 06 – Conj. Aquiles Stenghel – CEP 86.086-210 
Fone / Fax: (43) 3326-4739 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Guarda Mirim de Londrina 
Rua Orestes Medeiros Pullin, 94 – Aeroporto – CEP 86.038-010 
Fone / Fax.: (43) 3375-0530 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Epesmel – Escola Profissional e Social do Menor de Londrina 
Rua Angelina Ricci Vezozzo, 85 – Pq. Das Indústrias Leves – CEP 86.030-340 
Fone: (43) 3325-4128 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Pestalozzi – Escola Oficina 
Rua Diógenes Lima Bravo, 213 – Jardim Perobal – CEP 86.043-670 
Rua Guararapes, 331 – Jd. Higienópolis - CEP 86.015-090
Fone / Fax: (43) 3341-1695 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Soma – Sociedade Mantenedora de Assistência 
Rua Mitomo Simamura, 105 – Pq. Das Indústrias – CEP 86.043-030 
Fone: (43) 3341-0136 / (43) 3342-2588 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Associação Brasileira de Educação e Cultura - ABEC 
Rua Abílio Justiniano de Queiroz, 350 - Conj. João Paz - CEP 86.087-000
Fone: (43) 3321-3635
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Casa Acolhedora Mãe e Senhora de Todos os Povos 
Rua Olympio Theodoro, 305 - Pq. Universidade - CEP 86.056-670
Fone: (43)3327-1326
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Instituto União Para Vitória
Rua da Cidadania 299 - Jd. União da Vitória II - CEP 86.044-402
Fone: (43)3341-1042
E-mail:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Centro de Educação Infantil Irmãs de Betânia
Rua Nossa Senhora do Socorro, 100 - Jd. Nossa Senhora da Paz - CEP 86.071-040
Fone: (43) 3357-3076
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Escola Londrinense de Circo
Rua Lirio dos Vales, 59
Parque das Industrias
Fone:(43) 3341-2320
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Clube das Mães Unidas - CCJ - Ivan Dutra
Rua Girassoll, 421 - Vila Ricardo - CEP 86.035-330
Fone:(43)3320.3076
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.@gmail.com

Contato: 

Telefone: (43) 3378-0435
Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Centro de Referência, Memória e Cultura Indígena - Kaingang

Localização e Contato Centro Cultural Kaingang

google-maps-png-google-maps-icon-1600Endereço: R. Pedro Antônio da Silva, 100 - Arpoador
Telefone: (43) 3378-0394 Ramal: 422

Kaingáng


Os Kaingáng formam um numeroso grupo indígena do Brasil Meridional. Pertencentes ao tronco linguístico Macro-Jê, ocupam os estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Representam um contingente populacional numericamente importante no sul do país, somando aproximadamente 25.000 pessoas.(ISA/2000)
São habitantes das terras da região de Londrina muito antes da chegada do homem branco nesta região. Foram “colonizados e pacificados” no período de 1.770 a 1.930. A partir daí, tiveram seus territórios expropriados e o contato se estabeleceu de forma desigual. Perderam sua autonomia enquanto grupo, viram-se privados de seus saberes e de seus amplos territórios de caça e pesca, passando a viver em aldeamentos controlados por administradores brancos, missionários e civis.

A Terra Indígena do Apucaraninha, onde está situada a aldeia, ocupa a porção sudoeste do Município de Londrina, sendo limitada ao norte pelo Rio Apucaraninha, ao sul pelo Rio Apucarana, a leste pelo Rio Tibagi e a oeste por de alguns rios pequenos, estradas, represas e cortes aleatórios.
Atualmente a economia dos Kaingáng baseia-se em três atividades fundamentais: agricultura de subsistência, assalariamento temporário e o comércio de artesanato. Este sistema foi deflagrado na medida em que os avanços da frente de expansão da economia brasileira sobre o entorno da Terra Indígena se estabeleceu, ocasionando de forma contundente, grandes transformações sócio/culturais, ambientais, epidemiológicas e econômicas no interior desta sociedade.
A comercialização de balaios e cestas surgiu como uma alternativa da garantia de sobrevivência, e sua fabricação para este fim, tem sido cada vez mais intensificado, constituindo uma importante fonte de obtenção de renda para as famílias Kaingáng.

A comercialização de balaios e cestas surgiu como uma alternativa da garantia de sobrevivência, e sua fabricação para este fim, tem sido cada vez mais intensificado, constituindo uma importante fonte de obtenção de renda para as famílias Kaingáng.
A Terra Indígena do Apucaraninha está sob a jurisdição da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) – administração regional de Londrina, órgão responsável pela tutela indígena e também pela Fundação Nacional de Saúde que a partir de 1999 passou a ser o órgão gestor da saúde indígena em todo o Brasil.
A população indígena do Apucaraninha atualmente soma aproximadamente 1.300 pessoas, em um total de 350 famílias. Todos os Kaingáng falam a língua materna, sendo as crianças até sete anos de idade, estritamente monolíngues. Entre jovens e adultos existe o domínio do português, ainda assim, usam preferencialmente a língua materna.
A Prefeitura de Londrina, através da coordenação da Secretaria Municipal de Assistência Social, integrada com outras Secretarias Municipais: de Saúde, Educação, Cultura, Meio Ambiente e Agricultura, vem desenvolvendo um Programa de Atendimento aos Kaingáng desde 1.993.
Dentro do programa de atendimento aos Kaingáng, coordenado pela secretaria de assistência social destacamos:
O VÃRE - CENTRO CULTURAL KAINGÁNG – local que está direcionado à venda e divulgação da cultura material kaingáng, constitui em um importante espaço urbano para os indígenas. Foi implantado em 1999 e desde então, tem buscado oferecer melhores condições de permanência aos kaingáng por ocasião de suas vindas à cidade de Londrina para a comercialização de seus produtos artesanais.

O Vare conta com dois espaços distintos: um constituído para abrigo temporário, formado por oito casas, com infra-estrutura adequada e capacidade para atender as famílias kaingáng, e o outro destinado à visitação pública aberto principalmente às escolas municipais e estaduais, com mostra permanente de exposições fotográficas, acervos de livros e textos apresentando aspectos ligados ao cotidiano, tradição e cultura dos kaingáng. O Vare é um importante espaço de divulgação sobre a cultura indígena tanto para a cidade de Londrina como para o Sul do país.
Destacamos também o projeto sobre o uso de bebidas alcoólicas e/ou alcoolismo que prevê ações de pesquisa, prevenção e intervenção, com envolvimento e participação da comunidade. Inicialmente foi realizada uma pesquisa que possibilitou o diagnóstico epidemiológico e antropológico o que permitiu conhecer a situação do consumo de bebidas alcoólicas e a dinâmica de como se dá este consumo nos diferentes grupos e situações, além de possibilitar reconhecer o processo histórico, social, cultural e de mudança que determinaram o modo de beber desses indígenas na atualidade.
Consideramos ainda no programa de atendimento ações importantes como a assistência às famílias e crianças de risco, através do acompanhamento domiciliar e fornecimento de suplemento alimentar. Atividades ligadas a oficinas de prevenção sobre diversos temas de saúde que são realizados junto a comunidade, assim como a manutenção e garantia do ensino bilíngüe e inter-cultural através da escola local dentro da aldeia.
O programa de atendimento a saúde que visa desde a sua criação à oferta de serviços de saúde, com atendimentos médico, odontológico e de enfermagem, tendo como eixo estruturante a construção de uma assistência diferenciada, que considere a especificidade cultural do grupo e contribua para o resgate e a preservação de práticas tradicionais, tendo como base de apoio os princípios do SUS.
Esta assistência diferenciada pressupõe discutir como estruturar serviços com qualidade, que considerem a especificidade cultural e que tenham uma abordagem interdisciplinar e participativa. Este desafio inclui a aproximação das ciências sociais com as ciências biológicas estabelecendo um dialogo entre estas disciplinas, o desenvolvimento de métodos para descrever e interpretar os problemas e formular alternativas de solução num contexto da prestação de serviços da atenção básica de saúde.
A partir de 2000, com a definição de Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas e criação de um subsistema de Atenção a Saúde Indígena dentro do SUS, os Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), o município estabeleceu parceria com a FUNASA, que possibilitou uma incrementação do programa já existente.

 

CRAS - Centro de Referência de Assistência Social

Os CRAS são unidades das Política de Assistencia Social para atendimento à população em geral e desenvolve atividades de:

  • O Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família - PAIF consiste no trabalho social com famílias, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura dos seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na me-lhoria de sua qualidade de vida. Prevê o desenvolvimento de potencialidades e aquisições das famílias e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de ações de caráter preventivo, protetivo e proativo. O trabalho social do PAIF deve utilizar-se também de ações nas áreas culturais para o cumprimento de seus objetivos, de modo a ampliar universo informacional e proporcionar no-vas vivências às famílias usuárias do serviço;
  • Acesso a beneficios eventuais e socioassistenciais (saiba mais);
  • Encaminhamentos aos serviços da rede socioassistencial;

 

 

Os CRAS estão localizados nas regiões:

Centro A

cras centro a

Rua: Ermelindo Leão, 270 - Jd. Parque das Águias

Tel:(43)3378-0393

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Centro B

cras centro b

Rua: Maria José Carneiro, 55 - Monte Carlo

Tel:(43)3378-0438

E-mail:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Leste

cras leste

Rua Tamarino, 136 - Jd. Marabá

Tel:(43)3378-0412

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Oeste A

cras oeste a

Rua: Severino Peba Rolim, 373  - Jd. Maracanã

Tel:(43)3378-0430

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Oeste B 

cras oeste b

Rua: Angelo Gaiotto, s.n. - Jardim Santa Rita I

Tel:(43) 3378-0598

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Norte A

cras norte a

Rua: Julieta Leite de Carvalho, 65 - Conj. José Giordano

Tel:(43)3378-0388

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Norte B

cras norte b

Rua: Lino Sachentin, 524 - Conjuto Luiz de Sá

Tel:(43)3378-0389

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Rural

cras rural

Rua: Francisco Merighe, 89 - Vila Esperança

Tel:(43)3378-0588

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Sul A

cras sul a

Av. Guilherme de Almeida, 2260 - Jardim Franciscato I

Tel:(43)3378-0391

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.

 

Sul B

cras sul b

Rua: Lírios dos Vales, 59  - Pq. das Indústrias

Tel:(43)3378-0561

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber quais os bairros atendidos por este CRAS clique aqui.