Banner
   
Tamanho Texto

Busca

SIATE

Share

siateSIATE - Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência, está disponível em sete cidades do Paraná: Londrina, São José dos Pinhais, Curitiba, Maringá, Cascavel, Foz do Iguaçu e Ponta Grossa, cidades com mais de 150 mil habitantes. O serviço foi implantado primeiro em Curitiba, em 1990, e a partir de 1995 foi estendido aos outros seis municípios.

O SIATE é resultado da ação da Secretaria de Estado da Saúde, da Secretaria de Estado de Segurança Pública, através do Corpo de Bombeiros, e da Prefeitura de Londrina, através da Secretaria Municipal de saúde.

O serviço é administrado pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Diretoria de Serviços Especiais em conjunto com o Corpo de Bombeiros e atende, além de incêndios, a salvamentos de pessoas na terra e na água, acidentes de trânsito com vítimas e casos de calamidade pública. A sede do Siate fica na rua Jaguaribe, 473, Vila Nova.

O SIATE atendeu em 2005 um total de 6.093 ocorrências; 4.115 de acidentes em meios de transporte e 1.979 de atendimento pré-hospitalar, conforme relatório transmitido por Sérgio Canavese.  Entre os acidentes em meios de transporte o ranking é liderado pela colisão entre automóvel e motocicleta, com 1.101 casos, seguido das ocorrências de acidentes envolvendo atropelamento, com um total de 502 atendimentos. Em terceiro lugar estão as colisão entre automóveis, com 289 atendimentos; quarto lugar estão os casos de colisão entre automóvel e bicicleta, que contabilizam 254 atendimentos e, em quinto lugar, estão os atendimentos de choque, ou seja, colisão contra o anteparo, com 225 casos.

Ainda, segundo dados apresentados no relatório, os demais acidentes envolvendo meios de transporte, totalizam 1.744 atendimentos e as ocorrências registradas são de capotamento, colisão entre bicicletas, colisão entre caminhão e automóvel, caminhão e bicicleta, caminhões, moto e caminhão, moto e bicicleta, motos, ônibus e automóvel, ônibus e bicicleta, ônibus e moto, ônibus e caminhão, queda de bicicleta e colisões diversas.

Em relação aos atendimentos pré-hospitalares (1.979), em primeiro lugar, estão as ocorrências de queda de pessoa do mesmo nível, com 509 atendimentos; em seguida, os casos de queda de pessoa de plano elevado, com 424 ocorrências; e em terceiro lugar, os atendimentos por agressão, que contabilizaram 319 casos; depois os atendimentos por ferimento de arma de fogo, com 270 casos, e em quinto lugar, foram atendidas 149 ocorrências por problema clínico.

Os demais atendimentos pré-hospitalares somaram 727 casos, distribuídos em acidentes com corpo estranho, acidente envolvendo máquina, acidente térmico (radiação, química, temperatura), atendimento a gestante, choque elétrico, ferimento por arma branca, ferimento por objeto cortante, intoxicação e/ou envenenamento, lesão física, obstrução de vias respiratórias e transporte.

O SIATE e o SAMU, trabalham de forma integrada. Quando a demanda de um ultrapassa a capacidade de atendimento o outro entra com auxilio.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação de Londrina / janeiro de 2006.


Acesso Fácil

Saúde

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2045 visitantes