Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Guarda Municipal ministra palestra sobre bullying em colégios estaduais

Share

GM.palestra.bulling.foto Bruno Amaral.P

Objetivo é mostrar aos jovens os direitos e deveres de cada cidadão e as consequências de práticas de intimidação e violência

Nesta quinta-feira (12), a partir das 7h30, os membros do Grupamento da Guarda Municipal Escolar Comunitária (GMEC) vão até o Centro Estadual de Educação Profissional Professora Maria do Rosário Castaldi conversar com os estudantes sobre a prática do bullying e o ato infracional. A unidade escolar fica na Avenida Arthur Thomas, 1.181, no Rodocentro.

O objetivo é mostrar aos jovens os direitos e deveres de cada cidadão e as consequências de práticas de intimidação sistemática, como as de violência física ou psicológica, intencional e repetitiva, que são realizados pelos jovens sem uma motivação evidente. Os guardas municipais abordarão casos notórios de pessoas que sofreram bullying, seja praticado por um indivíduo ou em grupo, e que tiveram graves consequências, chegando até mesmo a cometerem o suicídio. Assim como outras questões correlatas à área, como as ligadas à saúde emocional, psicológica e física.

GM.palestra.bulling.foto Bruno Amaral.2Os membros do GMEC também trarão para conhecimento dos alunos a Lei Federal nº 13.185/2015, que trata sobre essa prática de violência e as penalidades previstas nos tipos penais do Código Penal Brasileiro. De acordo com a supervisora do GMEC, Cassia Munhoz Silva, a intenção é que os adolescentes percebam que suas atitudes têm consequências e que podem incorrer em situações nas quais a escola e toda a família serão envolvidos.

Isso porque, caso o aluno agrida fisicamente um colega, ele poderá responder por lesão corporal, por exemplo. Para isso, o agressor será encaminhado à Delegacia e terá que prestar esclarecimentos ao Ministério Público, o que pode resultar em liberdade vigiada, assim como restringi-la no Centro de Socioeducação (Cense Londrina).

“A intenção é fazê-los pensar sobre suas atitudes,  para que vejam que as ações têm consequências, que podem afetar o outro não só enquanto criança e jovem, mas a longo prazo, com fobias e traumas. Além disso, a prática do bullying ou do ato infracional afetam não só o agressor e a vítima, mas toda a família e a escola, por isso queremos mostrar que algumas atitudes não são só uma brincadeirinha, mas são formas de agressão e violência”, explicou a supervisora da GMEC.

Além dessa palestra, na sexta-feira (13), a partir das 7h30, os guardas municipais estarão no Colégio Estadual Albino Feijó Sanches, na Rua Jacarezinho, 80, no Parque das Indústrias, região sul.  Lá eles conversarão com alunos de diversos anos até às 18 horas. Essas ações fazem parte da I Semana Municipal da Criança e do Adolescente, que está sendo realizada em Londrina desde segunda-feira (9). A semana conta com a realização de cerca de 40 palestras por dia, em que aproximadamente 2 mil alunos farão parte. São organizadores da atividade o Conselho Tutelar, Prefeitura de Londrina, por meio da Guarda Municipal, Câmara Municipal de Vereadores, Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescente (CMDA), Universidade Estadual de Londrina e conta com diversos parceiros.

Agendar um horário - As diretorias escolares que desejarem receber os membros do GMEC em sua escola podem agendar um horário pelo (43) 3372-4634 ou pelo 153. Também é possível solicitar esse trabalho por WhatsApp, no número 98452-4510. As palestras são gratuitas e devem ser ministradas para os alunos do 4º ano ou superior, de escolas públicas ou privadas. Os membros da GM falam sobre diversos assuntos, como o bullying e o ato infracional, assim como sobre os perigos do álcool e outras drogas.

 

Fotos: Bruno Amaral/Defesa Social

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2442 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner