Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Consemma define nova diretoria executiva para os próximos dois anos

Share

Primeira reunião ordinária da gestão 2018-2019 será no dia 26 de março; órgão conta com representantes da sociedade civil e do poder público

Consemma define nova diretoria executiva para os próximos dois anosFoi eleita, na noite de ontem (12), a nova diretoria do Conselho Municipal do Meio Ambiente (Consemma). A definição da comissão executiva do órgão ocorreu em encontro realizado no auditório da Prefeitura de Londrina, com a presença dos conselheiros titulares e suplentes que foram eleitos para assumir o mandato referente ao biênio 2018-2019. A posse oficial dos conselheiros deve ocorrer durante a primeira reunião ordinária da nova gestão, marcada pra o dia 26 de março.

O novo presidente eleito é Charles dos Santos, representante da Associação Norte Paranaense dos Engenheiros Ambientais (ANPEA). Antônio José Mattos do Amaral, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA), será o coordenador executivo. O restante da composição executiva do Consemma está organizada da seguinte forma: Wagner Luis Kreling – vice-coordenador Executivo (Sanepar); Gerson Galdino – secretário geral (Secretaria Municipal do Ambiente – Sema); Júlio Cesar Ribeiro  - 1º secretário (UniFil); Cleber Gustavo Goes – 2º secretário (ONG MAE); Eliane Cristina Salles Biagini – 3º secretária (SOS Vida Animal).

Segundo o presidente, o órgão terá a missão de dar continuidade às deliberações e trabalhos voltados às atividades que já vem sendo desenvolvidas nos últimos anos, além de iniciar os debates para articular as 31 propostas prioritárias de políticas públicas aprovadas para os próximos anos. “O intuito é unificar algumas demandas que já estão em curso e estão mais relacionadas em sua natureza, visando dar mais celeridade às ações. Dessa forma, será possível fazer uma gestão capaz de planejar de forma organizada e colocar em prática as novas propostas que foram aprovadas, no ano passado, durante a IX Conferência Municipal do Meio Ambiente”, informou Santos.

Além disso, o presidente destacou que a nova composição é diversificada e conta com representação de vários segmentos importantes nas discussões sobre a área ambiental. “São conselheiros com grande nível de conhecimento e capacitados para assumir a gestão e fortalecer as ações que serão implantadas junto ao poder público. Pretendemos aproximar mais a população, ampliar a divulgação e trabalhar com proatividade e transparência para que as demandas sejam executadas com a qualidade desejada”, destacou.

Por sua vez, o secretário-geral do Consemma, Gerson Galdino, servidor que representa a Secretaria Municipal do Ambiente (Sema) no órgão, disse que outro objetivo para este mandato é trabalhar a organização de questões administrativas, o que facilitará a definição de prioridades para a execução do plano de ação para os próximos anos. “A ideia é poder dar voz a todos e buscar alternativas eficazes para colocar em prática aquilo que foi debatido durante as atividades da última conferência municipal”, comentou.

O Consemma é composto por 27 conselheiros titulares e seus suplentes. São representantes da sociedade civil, setor produtivo, conselhos de classe, organizações não governamentais, institutos de pesquisa e ensino superior e poder público. No setor governamental não houve votação, sendo que a escolha foi feita por meio de indicação dos órgãos públicos.

Propostas – Das 31 políticas públicas prioritárias elencadas para 2018 e 2019, há demandas que tratam sobre a proteção aos animais, recolhimento de animais que sofreram maus-tratos, o fortalecimento da SEMA com ajuda de recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente, proteção aos fundos de vale, medidas para incentivar o uso de energias limpas, estímulo às indústrias que usem energias limpas e renováveis, aumento da fiscalização e cuidados com o meio ambiente, entre outras ações.

 

Foto: Divulgação

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 3872 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner