Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Escola municipal e CMEI promovem atividades sobre a consciência negra e diversidade

Share

A escola Moacyr Teixeira e o CMEI Clemilde de Martini Lopes dos Santos promoverão apresentação de capoeira e mostra de trabalhos

 

Nesta sexta-feira (17), a Escola Municipal Professor Moacyr Teixeira e o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Clemilde de Martini Lopes dos Santos realizarão atividades que fazem parte das ações do Mês da Consciência Negra.  

A escola, localizada na região norte, realizará uma apresentação de capoeira, feita por professores e alunos da unidade escolar. A atividade terá início às 11 horas e vai até as 11h40. A escola fica na Rua Luiz Brugin, 775, no Conjunto Maria Cecília. Participarão da apresentação 40 alunos, de P5 ao 3º ano, na faixa etária de cinco a nove anos.

A unidade escolar realiza anualmente atividades voltadas a conscientização em relação às manifestações culturais afro-brasileira. Neste ano, a novidade é a roda de capoeira. Para o professor de Educação Física, Leonardo César Martins, esta será uma atividade prática, que concilia com os estudos trabalhados em sala. “O objetivo é conscientizar mesmo, conhecer a cultura afro-brasileira e enaltecer”, assegurou.

No CMEI haverá uma mostra com cartazes e objetos produzidos pelos alunos, abordando temáticas como a diversidade cultural e a consciência negra. A exposição dos trabalhos será aberta aos pais e à comunidade, das 7h30 às 18 horas. O CMEI fica na Rua Eucaliptos, 111, no Jardim Leonor.

Durante o mês de novembro, os professores vêm trabalhando os temas com os 148 alunos do centro de educação infantil, por meio de atividades lúdicas e contação de histórias. A coordenadora do CMEI, Valmirane Gonçalves de Brito, ressaltou que a escola é um meio de conhecer a diversidade cultural, de forma ampla. Segundo ela, serão tratados aspectos históricos da formação do Brasil e questões relativas ao preconceito e racismo.  

Os dois eventos fazem parte dos trabalhos desenvolvidos desde o início do ano pela Secretaria Municipal de Educação, nas 184 unidades escolares do município. O intuito é atender às diretrizes e bases da educação nacional, que incluem a obrigatoriedade do ensino de história das culturas afro-brasileira e indígena, estabelecida pelas Leis Federais 10.639/03 e 11.645/08.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 3127 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner