Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Centros de Convivência do Idoso expõem trabalhos escolares

Share

Visitantes encontrarão cartazes, bonecos, pinturas, desenhos e ilustrações feitos por estudantes das escolas municipais e CMEIs

 

exposição.cci.oeste.foto.divulgaçãoPara estimular a troca de conhecimentos intergerações sobre a diversidade cultural, histórica e social do Brasil, os Centros de Convivência da Pessoa Idosa (CCIs) das regiões oeste e leste lançam, nesta semana, as exposições "Igualdade Racial e Cidadania".  Hoje (14), às 14 horas, o lançamento será no CCI Oeste, situado à Rua Pedra Selada, 111, no Jardim Bandeirantes.

Na quinta-feira (16), às 14 horas, o lançamento acontecerá no CCI Leste, localizado na Rua Gabriel Matokanovic, 260, no Jardim da Luz. Nos dois locais, os trabalham ficarão expostos até o dia 30 de novembro. A população poderá visitar os centros do idoso gratuitamente.

Nestes espaços, os visitantes encontrarão os cartazes, bonecos, pinturas, desenhos e ilustrações feitos pelos estudantes das escolas municipais e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). No CCI Oeste, as pessoas verão as produções das crianças do Centro Municipal de Educação Infantil Telma Cavalheiri da Motta Sanches, Centro de Educação Infantil Carolina Benedita dos Santos e das escolas municipais Corveta Camaquã, Nina Gardemann e Professora Geni Ferreira. No CCI Leste, comparecerão os trabalhos das crianças das escolas municipais Prof. Carlos Zewe Coimbra e Suely Ideriha e outras unidades escolares.

Para a secretária municipal do Idoso, Nádia Moura, a ação mostra a importância da integração entre as secretarias municipais de Educação e do Idoso. “Essa integração fortalece a política pública do idoso, pois temos uma grande parceria com a educação, onde oferecemos alfabetização para os idosos, o projeto histórias que meus avós me contam, que é para uma política integracional, inserindo a questão do envelhecimento, fortalecimento dos vínculos e mudanças de comportamento das crianças com mais respeito aos idosos, enfim tudo isso fortalece a articulação das secretarias”, disse.

O gerente de Atenção à Pessoa Idosa, Cleir Brandão, explicou também que as atividades visam valorizar e marcar o “Dia da Consciência Negra”. “Queremos convidar a todos para participarem das atividades do CCI, inclusive os familiares dos idosos que participam das ações. Nós debatemos o tema da diversidade, o respeito ao diferente e a valorização das culturas durante nossas atividades. E a exposição é mais uma oportunidade para as famílias participarem e verão os lindos trabalhos realizados pelas crianças”, explicou.

 

Foto: Divulgação

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 3133 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner