Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Formandas de curso promovido por comitê de solidariedade ingressam no mercado de trabalho

Share

A formatura será realizada neste sábado, 12, a partir das 19 horas no Parque de Operações da Sercomtel

 

Em tempos de crise encontrar uma oportunidade profissional tem sido um desafio cada vez maior. A qualificação é uma alternativa para tentar driblar esta dificuldade e conquistar um espaço na disputa por uma vaga. Esta, sem dúvida, foi a aposta do Comitê de Solidariedade dos Funcionários da Sercomtel ao promover, por meio do projeto "Uma janela que se abre", o Curso de Manicure e Pedicure, que foi concluído nesta semana com sucesso, pois formou 19 jovens e possibilitou a cinco formandas o emprego imediato em salões de beleza de Londrina.

A formatura será realizada neste sábado, 12, a partir das 19 horas no Parque de Operações da Sercomtel. O Comitê vai preparar uma recepção especial para celebrar a conclusão do curso e entregar os certificados de conclusão para valorizar este momento, que representa um novo capítulo na vida destas adolescentes.

Exemplos de superação - Maiara Larissa, uma das alunas do curso, conseguiu o seu primeiro emprego por meio desta formação. Ela foi contratada pelo Centro Técnico de Cabeleireiros e Estética Zina Ribeiro. “Fiquei muito contente com o projeto, porque abriu uma chance para eu começar uma carreira e mostrar o meu trabalho”, comenta. A manicure recém-formada já faz planos. “Quero fazer um curso de unha de gel, aprender mais e mais e não parar nunca”, diz.

Os obstáculos podem ser ainda maiores para quem é imigrante e procura uma colocação no mercado. É o caso de Ester, que veio do Haiti para o Brasil no ano passado. “Eu fiz a inscrição e participei do curso porque precisava muito trabalhar para ajudar a minha família”, observa.

Em seu país de origem Ester trabalhava na indústria têxtil, mas por conta da situação na qual se encontra a ilha, devastada por furacões e terremotos e assolada pela crise política, ela decidiu se mudar em busca de melhores condições de vida. “Espero que este seja o primeiro passo para transformar a minha trajetória. Quero muito me dedicar para alcançar objetivos maiores”, anseia.

Comitê -  O Comitê de Solidariedade possui uma longa história dentro da Sercomtel. São 24 anos realizando projetos e auxiliando dezenas de entidades em Londrina e região. Atualmente, mais de 200 funcionários contribuem, por meio de desconto em folha de pagamento, com a doação de 1 ticket alimentação por mês à entidade, que gere estes recursos para realizar ações voluntárias junto à comunidade.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2118 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner