Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Câncer de Próstata é tema de conscientização no Calçadão

Share

Câncer de Próstata é tema de conscientização no Calçadão


Em 2014, 104 pacientes foram diagnosticados com câncer de próstata e iniciaram o tratamento com quimioterapia e radioterapia

 

A fim de orientar os homens sobre a necessidade da prevenção ao câncer de próstata, os médicos do Hospital do Rim, em parceria com a Prefeitura de Londrina, Sociedade Brasileira de Urologia e a 17ª Regional de Saúde, vão realizar neste sábado (29), das 9h às 12h, uma ação de conscientização no Calçadão da cidade, que fica na avenida Paraná, em frente a sede do Banco do Brasil.

De acordo com o diretor de Atenção Primária, da Secretaria Municipal de Saúde, Flávio Luiz de Melo, é importante falar sobre as maneiras de se prevenir a doença, a necessidade de realizar exames periódicos e os perigos do câncer de próstata. “A intenção é realmente orientar a população, para que todos saibam sobre a doença e assim procurem fazer a prevenção, e o acompanhamento médico quando diagnosticado o problema. A prevenção viabiliza o tratamento adequado ao indivíduo e dá ao paciente 90% de chances de cura”, explicou Melo.

Segundo os dados da Secretaria Municipal de Saúde, desde o início do ano até o momento, 104 pacientes foram diagnosticados com câncer de próstata e iniciaram o tratamento com quimioterapia e radioterapia. Destes, 24 são de Londrina e 80 são da macrorregião, que engloba 97 municípios e cerca de 2 milhões de pessoas.  

No Calçadão, os médicos e residentes em urologia do Hospital do Rim estarão orientando principalmente os homens que passarem pelo local. Essa ação está sendo feita em todo o Paraná, pela Sociedade Brasileira de Urologia e segundo o gestor hospitalar do Hospital do Câncer, Aryson Pelisson, há um aumento significativo da procura quando existem campanhas preventivas e de esclarecimento.

“Percebemos um aumento de 30% a 40% na procura por exames de câncer de próstata durante o mês de novembro, que é quando mais se investe em campanhas preventivas. Estimativas apontam que durante este ano, cerca de 70 mil casos de câncer de próstata devam ser diagnosticados no país. É importante falarmos sobre o assunto porque há muito preconceito. Têm muitos que pensam que somente através do exame de sangue PSA (hormônio masculino) já se consegue diagnosticar o câncer. Mas não é verdade, porque acima dos 45 anos é preciso fazer o exame do toque, porque o PSA pode não revelar, pode dar um falso negativo para câncer”, esclareceu Pelisson.

 

Foto: Divulgação

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2801 visitantes