Banner
   
Tamanho Texto

Busca

topo2017 saude

Prefeitura do Município de Londrina - Secretaria M. Saúde - DST

Doenças Sexualmente Transmissíveis - DST

Índice do Artigo
Doenças Sexualmente Transmissíveis - DST
Cancro Mole
Clamídia e Gonorréia
Condiloma Acuminado - HPV
Doença Inflamatória Pélvica - DIP
Donovanose
Herpes
Infecção pelo Vírus T-Linfotrópico Humano - HTLV
Linfogranuloma Venéreo
Sífilis
Tricomoníase
Todas as Páginas
Share

O que são as DST?

As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) são transmitidas, principalmente, por contato sexual sem o uso de camisinha com uma pessoa que esteja infectada; e, geralmente, se manifestam por meio de feridas, corrimentos, bolhas ou verrugas. As mais conhecidas são gonorréia e sífilis.

Algumas DST podem não apresentar sintomas, tanto no homem quanto na mulher. E isso requer que, se fizerem sexo sem camisinha, procurem o serviço de saúde periodicamente. Essas doenças, quando não diagnosticadas e tratadas a tempo, podem evoluir para complicações graves, como infertilidades, câncer e até a morte.

Usar preservativos em todas as relações sexuais (oral, anal e vaginal) é o método mais eficaz para a redução do risco de transmissão das DST, em especial do vírus da Aids, o HIV. Outra forma de infecção pode ocorrer pela transfusão de sangue contaminado ou pelo compartilhamento de seringas e agulhas, principalmente no uso de drogas injetáveis. A Aids e a Sífilis também podem ser transmitidas da mãe infectada, sem tratamento, para o bebê durante a gravidez ou no momento do parto. E, no caso da Aids, também na amamentação.

O tratamento das DST melhora a qualidade de vida do paciente e interrompe a cadeia de transmissão dessas doenças. O atendimento e o tratamento são gratuitos nos serviços de saúde do SUS.

Sintomas das DST

As DST são muitas e podem ser causadas por diferentes agentes. Apesar disso, elas podem ter sintomas parecidos. Veja, abaixo, os principais sintomas das DST mais comuns:

  1. Corrimento pelo colo do útero e/ou vagina (branco, cinza ou amarelado), pode causar coceira, dor ao urinar e/ou dor durante a relação sexual, cheiro ruim na região. DST prováveis: Tricomoníase, Gonorréia e Clamídia.
  2. Corrimento pelo canal de onde sai a urina, que pode ser amarelo purulento ou mais claro, com cheiro ruim, além de poder apresentar coceira e sintomas urinários, como dor ao urinar e vontade de urinar constante. DST prováveis: Tricomoníase, Gonorréia, Clamídia, Micoplasma e Ureoplasma.
  3. Presença de feridas na região genital (pode ser uma ou várias), dolorosas ou não, antecedidas ou não por bolhas pequenas, acompanhadas ou não de "íngua" na virilha. DST prováveis: Sífilis, Cancro Mole, Herpes Genital, Donovanose, Linfogranuloma Venéreo.
  4. Dor na parte baixa da barriga (conhecido como baixo ventre ou "pé da barriga") e durante a relação sexual. DST prováveis: Gonorréia, Clamídia, infecção por outras bactérias.
  5. Verrugas genitais ou "crista de galo" (uma ou várias), que são pequenas no início e podem crescer rapidamente e se parecer com uma couve-flor. DST prováveis: Infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV).

Não sinta vergonha de conversar com o profissional de saúde e tirar todas as dúvidas sobre sexo ou qualquer coisa diferente que esteja percebendo ou sentindo. É direito de todo brasileiro buscar esclarecimento e informações durante o atendimento de saúde.



Acesso Fácil

Saúde

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2887 visitantes

Servidor Municipal


Redes Sociais

Logo do Facebook  Logo do Flickr  Logo do Youtube  Logo do Twitter  icon instagran

 

 

ouvidoria rodape lon

 acesso a informacao rodape

icon interacao